161 anos: Caixa social é Caixa pública

A Caixa Econômica Federal completa 161 anos nesta quarta-feira, 12 de janeiro. O banco público tem um passado de histórias brilhantes, mas seu futuro está sob constante ameaça. E mesmo com o desmonte significativo que vem sofrendo nos últimos anos, a Caixa continua a atuar como o principal agente das políticas públicas do Estado e é motivo de orgulho para os seus empregados e para o povo brasileiro.
A data, além de comemoração, tem de ser de resistência contra as tentativas governamentais de privatizar partes rentáveis da instituição, através da venda de suas subsidiárias. Essas áreas, a exemplo das loterias, seguros e cartões de crédito, sustentam os programas sociais operados pelo banco. Foi a força da mobilização e da união das entidades sindicais e associativas que ainda mantém a Caixa 100% pública até agora.
“A força da Caixa e dos seus funcionários puderam ser medidas durante esta pandemia da Covid-19”, observa o coordenador de Comunicação e Marketing do Sindicato dos bancários de Caxias do Sul e funcionário da Caixa, Márcio Colombo. Ele destaca o importante papel da instituição na distribuição do auxílio emergencial e outros programas sociais, fundamentais à uma imensa maioria, que ficaria desassistida durante a pandemia do novo Coronavírus.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

oito + 13 =