Publicação de reajuste de plano da Funcef revela desrespeito com os aposentados

Nota da Funcef publicada em 24/11 explica reajuste dos benefícios do REG/Replan Não Saldado, mas não explica a insensibilidade com os aposentados do plano. Fenae repudia

 

A Fundação dos Economiários Federais (Funcef) publicou nota explicativa, no último dia 24 de outubro, sobre as alterações no reajuste dos benefícios do REG/Replan Não Saldado. Mas, a Fundação esqueceu de explicar o quanto as alterações podem prejudicar aposentados e pensionistas.

Cabe lembrar que no REG/REPLAN não saldado, o benefício da Funcef varia, aumentando em setembro, quando o salário é corrigido, e diminuindo em janeiro, quando o valor do INSS é reajustado. Lembrando que o benefício da Funcef é o valor do salário de referência menos o valor do INSS.

Ao fazer as alterações em fevereiro, o benefício será saldado no menor valor, uma vez que o INSS foi reajustado no mês anterior. Ao não reajustar o Salário Referência em set/2022, a Funcef irá causar uma perda que será vitalícia. Além disso, pretende reajustar o Benefício Funcef em fevereiro com um índice menor que o índice da inflação do período.

Esse processo de alterações não foi discutido com nenhuma entidade, não há nenhuma compensação para aposentados e pensionistas, e agrava a situação destes, frente a inflação de alimentos e remédio, sempre maiores que os índices oficiais.

Tendo em vista o agravamento da crise econômica, inflação crescente, política de desvalorização do salário-mínimo e queda do poder de compra dos brasileiros, a Federação Nacional das Associações do Pessoal da Caixa Econômica Federal (Fenae) repudia a falta de transparência da Fundação para com os aposentados e pensionistas, com uma nota que demonstra uma política de desvalorização de benefícios.

Estas mudanças foram propostas pela diretoria da Funcef em 2020 e o formato de reajuste foi aprovado pelos indicados, Caixa e governo federal. A Fenae já havia alertado sobre o prejuízo financeiro e os impactos negativos aos participantes, especialmente do Reg/Replan Não Saldado.

Vale destacar que no saldamento anterior teve uma série de incentivos para aposentadoria. Teve aumento real. Agora não está sendo dado nenhum incentivo, além de que não é este o melhor momento para ser feito. É desrespeito aplicar o reajuste com a referência no benefício de fevereiro que é o menor patamar.

Segundo o presidente da Fenae, Sergio Takemoto, “definir o Benefício Funcef fora da data-base de setembro é uma maldade, pois implica em perda para os aposentados que nunca mais será recuperada. Essa alteração arbitrária no regulamento do plano causa prejuízos financeiros aos participantes. Não podemos compactuar com isso. É inadmissível que os participantes fiquem sem a correção correta em um momento tão adverso vivido pelos brasileiros”, criticou Takemoto.

 

Fonte: Fenae

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

dezesseis − 15 =