SindBancários e Fetrafi-RS exigem do Banrisul que a meta do ROAE acompanhe o ajuste feito no guidance

Nesta quinta-feira (17/08), as diretorias da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Instituições Financeiras do Rio Grande do Sul – Fetrafi/RS e do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre e Região – SindBancários enviaram ofício ao Banrisul exigindo que a meta de ROAE acompanhe o ajuste feito no guidance. As entidades pedem uma “solução satisfatória” para a situação, vista como desconfortável.

Os sindicalistas afirmam que o parâmetro utilizado na negociação para o direito dos trabalhadores(as) à PPR, de 14% da meta de ROAE, tinha base no guidance entre 11% e 15% prevista para o resultado de 2023. Entretanto, o Banrisul mudou o referido guidance, diminuindo o mesmo para entre 9% e 13%, o que, na visão dos trabalhadores e trabalhadoras, deve automaticamente reduzir o parâmetro/base da meta de ROAE em iguais dois pontos percentuais, ou seja, diminuir de 14% para 12%.

Na visão das entidades, a medida é necessária para que se mantenha a mesma proporcionalidade ajustada em mesa de negociação. “Nós acreditamos que seja natural que a meta siga a alteração anunciada pelo Banrisul, mas precisamos garantir isso com o banco se comprometendo a fazer o mais breve possível essa alteração e tranquilizar os colegas em relação ao gatilho de pagamento da PPR”, afirma o presidente do SindBancários, Luciano Fetzner.

Fonte: Bancários RS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4 × 4 =